Brazil Cartoon
Brazil Cartoon
Rede Social do Desenho de Humor
Entrevista com Eduardo Baptistão
Entrevista com Eduardo Baptistão

 

Eduardo Baptistão nasceu em São Paulo em 1966. Desenha desde a infância, por influência de dois Alceus, o pai e o irmão. Também por influência do primeiro Alceu, se tornou palmeirense. Formou-se em Publicidade e Propaganda pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero em 1988. Publicou seu primeiro desenho em 1985, na Folha de S. Paulo. A partir daí, começou a trabalhar como ilustrador free-lancer, paralelamente aos seus empregos, até ser contratado pelo jornal O Estado de S. Paulo, em 1991.Trabalhou na redação do Estadão por 22 anos, até 2013. Nesse periodo, seu trabalho evoluiu e se tornou mais conhecido, notadamente como caricaturista. Alcançou prêmios nacionais e internacionais em diversos salões de humor e de desenho para imprensa. Além de ter trabalhado também para o Jornal da Tarde, do mesmo Grupo Estado, colaborou com alguns dos maiores veículos de comunicação do país, como o Le Monde Diplomatique Brasil e as revistas Istoé, Placar, Vogue, Playboy, Sexy, Vip, Imprensa, Quem, entre outras. Fez também diversas ilustrações para livros, discos e outros projetos.
Atualmente, continua publicando no Estadão, e mantém longa colaboração com as revista Carta Capital (desde 1995) e Veja (desde 2004). Mais recentemente, passou também a ilustrar para a revista Época Negócios.
Fez exposições individuais, participou de diversas coletivas, e teve três livros autorais de caricatura publicados.

 

ENTREVISTA

Brazil Cartoon: Conte-nos um pouco da sua trajetória como caricaturista.

Baptistão: Eu desenho desde criança e trabalho como ilustrador desde 1985, quando publiquei meu primeiro desenho. Sempre gostei de desenhar pessoas, mas caricatura mesmo só aprendi a fazer depois que entrei no Estadão, em 1991. Inspirei-me muito no trabalho de colegas do jornal, como Carlinhos Muller, Marcelo Pinto e Paulo Caruso. Com essa escola e muito treino, fui encontrando o meu jeito de fazer caricaturas e, principalmente, descobrindo que era isso que eu sempre quis fazer na vida e não sabia. Os salões de humor brasileiros foram muito estimulantes para o meu trabalho e ajudaram-me a tornar conhecido. E a internet, mais recentemente, veio dar um impulso ainda maior na divulgação.

 

Brazil Cartoon: Qual o nome citaria como referência na área de caricatura?

Baptistão: Foram muito importantes como referência no início da minha trajetória os irmãos Caruso, Benício, Ziraldo, Trimano, além dos já citados Carlinhos e Marcelo. E continuo aprendendo sempre, com muitos outros colegas.

 

Brazil Cartoon: Para você como o desenho de humor é visto fora do Brasil?

Baptistão: O mundo leva muito a sério o desenho de humor. Existem salões importantes e representativos espalhados por vários cantos do planeta e é interessante notar como o humor gráfico é forte em países cuja cultura geralmente conhecemos em menor grau, como os do Oriente Médio e do Leste Europeu. Ele continua sendo uma arma poderosa contra os regimes totalitários, a segregação social, racial e econômica e as guerras. E o humor gráfico brasileiro é muito presente e respeitado lá fora.

 

Brazil Cartoon: Qual o seu conceito sobre o Brazilcartoon?

Baptistão: O Brazil Cartoon cumpre um papel importantíssimo de agrupar a produção de humor gráfico do Brasil, tão grande e diversificada como o próprio país, e mostrá-la para o mundo de maneira clara e organizada. E, na mão inversa, atualiza os brasileiros sobre o humor que se produz mundo afora. Apesar de recente, o site já é uma referência brasileira e internacional. Uma iniciativa generosa do colega Márcio Leite, ele mesmo um dos nossos grandes cartunistas.

Conheça mais sobre o artista Baptistão site 

Entrevista concedida ao Brazil Cartoon em 2007
Foto: site Bemparaná

Cinara Dreide
Jornalista
 

 

Publicado em 11 dez. 2018

Denunciar
Brazil Cartoon

Rede Social do Desenho de Humor

O Brazil Cartoon é uma rede social para cartunistas e para todas as pessoas com talento e paixão criativa, que desejam mostrar o seu trabalho gratuitamente. Depois de 10 anos de existência, as plataformas foram aprimoradas para possibilitar o máximo de interação possível entre os artistas profissionais, amadores e demais participantes e visitantes do Brazil Cartoon.
Mais de Brazil Cartoon