Brazil Cartoon
Brazil Cartoon
Rede Social do Desenho de Humor
Henfil 75 anos
Henfil 75 anos


 

 

Se estivesse vivo, Henrique de Souza Filho estaria com 75 anos. A morte do cartunista Henfil, completa 31 anos. Vítima da Aids, ele faleceu no Rio de Janeiro em 4 de janeiro de 1988. O cartunista contraiu o HIV em uma das transfusões que realizava com frequência, já que era hemofílico assim como seus irmãos, o  sociólogo Betinho e o músico Chico Mário. Henfil, tinha um traço rápido e cheio de movimento deu origem a personagens que entraram para o imaginário brasileiro nos anos 70 em especial: a Graúna, o bode Francisco Orellana, o cangaceiro Zeferino, os Fradinhos. Henfil foi superconhecido de uma geração que ficava esperando, com água na boca, seus novos cartuns.

If he were alive, Henrique de Souza Filho would be 75 years old. The death of cartoonist Henfil, turns 31. A victim of AIDS, he died in Rio de Janeiro on January 4, 1988. The cartoonist contracted HIV in one of the transfusions he performed frequently, since he was hemophiliac as were his siblings, sociologist Betinho and musician Chico Mário. Henfil, had a fast and full of movement trait gave birth to characters that entered the Brazilian imagination in the 70s in particular: Graúna, the goat Francisco Orellana, the cangaceiro Zeferino, the Fradinhos. Henfil was superknown of a generation that was waiting, with water on the mouth, its new cartoons.

 

 

 

 

Infância / Childhood
Henfil nasceu no norte de Minas Gerais, mais precisamente em Nossa Senhora de Ribeirão das Neves, viveu também em outra cidade nortemineira, Bocaiuva, o pai de Henfil chegou a ocupar o cargo de prefeito da cidade entre os anos de 1989 a 1992. Hoje Bocaiuva tem o “Centro Cultural Henfil” e a “Avenida Herbert de Souza” em hormagem ao cartunista. Henfil tinha 11 irmãos, dos quais 7 sobreviveram aos primeiros anos de vida. Desses 7 irmãos 2  também eram hemofílicos, o mais velho Herbert de Souza (o Betinho), Francisco Mário (compositor conhecido como Chico Mário).

Henfil was born in the north of Minas Gerais, more precisely in Our Lady of Ribeirão das Neves, also lived in another north-western city, Bocaiuva, Henfil's father came to occupy the position of mayor of the city between 1989 and 1992. Today Bocaiuva has the "Henfil Cultural Center" and the "Herbert de Souza Avenue" in the background to the cartoonist. Henfil had 11 brothers, of whom 7 survived the first years of life. Of these 7 brothers 2 were also hemophiliacs, the older Herbert de Souza (Betinho), Francisco Mário (composer known as Chico Mário).
 

 

 

 

 


O desenho aparece bem cedo na vida de Henfil. Nos anos 50, já se entregava a leitura de quadrinhos.  Aos 10 anos Henfil começa a ampliar o público de suas obras, desenhava moldes de roupa extremamente extravagantes. Aos 12 anos os desenhos de Henfil já  faziam  sucesso entre seus familiares, depois de ilustrar um álbum fotográfico a pedido de sua irmã.  Entrando na adolescência,  à hemofilia e o desenho vão começar a tomar dimensões maiores na vida de Henfil. Ele começaria a construir definitivamente todas as características que o transformariam no cartunista que marcou a história.

The drawing appears early in Henfil's life. In the 50's, he was already reading comics. At the age of 10, Henfil began to expand the public of her works, drew extremely extravagant clothes. At the age of 12 Henfil's drawings were already successful among her family, after illustrating a photo album at the request of her sister. Going into adolescence, hemophilia and drawing will begin to take on larger dimensions in Henfil's life. He would begin to build definitively all the features that would make him the cartoonist who marked the story.

 

 

Livro / Book
A vida do cartunista Henfil, desde a sua infância até a sua luta contra a Aids, está na biografia O rebelde do traço, escrita por Dênis de Moraes. Comédia, drama e tragédia povoam as páginas do livro, repleto de fatos inéditos, que contam a trajetória de Henfil.

The life of the cartoonist Henfil, from his childhood to his fight against AIDS, is in the biography The rebel of the trait, written by Dennis de Moraes. Comedy, drama and tragedy populate the pages of the book, full of unpublished facts, which tell of Henfil's trajectory.

 


Juventude / Youth
Sua juventude foi marcada pela política, influenciado pela Revolução Cubana, passa a atuar na União Municipal dos Estudantes Secundaristas, controlada pela JEC. Além disso, usou seu talento para o desenho, que antes era só pra diversão familiar, para mostrar seu diferencial dentro dos movimentos. Começou na imprensa como revisor na revista Alterosa, mas ficou nessa função por pouco tempo, até o jornalista  Drummond pedir para que ele lhe mostrasse seus desenhos. Quando o diretor bateu os olhos nos papéis não teve dúvida, Henfil não era revisor, era um cartunista! Roberto Drummond perguntou qual era seu nome todo e ao ouvir Henrique Filho logo sentenciou: “Você vai assinar Henfil. Hen de Henrique e Fil de Filho”.  Nome que passou a assinar seus cartuns durante toda a sua vida.

His youth was marked by politics, influenced by the Cuban Revolution, he started to work in the Municipal Union of Secondary Students, controlled by JEC. In addition, he used his talent for drawing, which was once just for family fun, to show his differential within the movements. He started in the press as a reviewer in Alterosa magazine, but stayed in that position for a short time, until the journalist Drummond asked him to show him his drawings. When the director glanced at the papers, he had no doubt, Henfil was not a reviewer, he was a cartoonist! Roberto Drummond asked what his whole name was, and when Henrique Filho heard it, he immediately said: "You're going to sign Henfil. Hen of Henry and Fil of Son. " Name that started to sign your cartoons throughout your life.

 

 

 

 

Henfil, mesmo com o problema da hemofilia, que fazia ele sofrer muito e o impedia de muita coisa, era um gênio, um artista, uma pessoa muito inquieta, que queria desvendar o mundo e a sociedade. Ele queria sempre mudar e buscar novas situações. Inclusive para o trabalho dele. Em 1965 passou a colaborar com o jornal Diário de Minas, produzindo caricaturas políticas. Em 1967, criou charges esportivas para o Jornal dos Sports, do Rio de Janeiro. Também teve seu trabalho publicado nas revistas Realidade, Visão, Placar e O Cruzeiro. A partir de 1969, passou a colaborar com o Jornal do Brasil e com O Pasquim.Nessas publicações, seus personagens atingiram um grande nível de popularidade. Já envolvido com a política do país, Henfil criou em 1970 a revista Fradim, que tinha como marca registrada o desenho humorístico, crítico e satírico, com personagens tipicamente brasileiros.

Henfil, even with the problem of hemophilia, which made him suffer a lot and kept him from many things, was a genius, an artist, a very restless person, who wanted to unravel the world and society. He always wanted to change and look for new situations. Even for his work. In 1965 he began to collaborate with the newspaper Diário de Minas, producing political caricatures. In 1967, he created sports cartoons for Jornal dos Sports, in Rio de Janeiro. Also had its work published in the magazines Reality, Vision, Score and The Cruise. From 1969, he began collaborating with Jornal do Brasil and O Pasquim. In these publications, his characters reached a high level of popularity. Already involved in the politics of the country, Henfil created in 1970 the magazine Fradim, that had like trademark the humoristic, critical and satirical design, with personages typically Brazilian.

 

 

Fradim / Friar

Os fradins Baixinho e Cumprido (com “u” mesmo) eram uma forma de Henfil ironizar a educação religiosa, cheia de tabus, que recebeu desde cedo. O primeiro, que Henfil dizia ser inspirado nele próprio, era insolente, violento, pornográfico e combatia a hipocrisia do mundo pela ironia. Já o Cumprido é o artista antes de se libertar da educação católica, Eles nasceram em 1964, mesmo ano em que a ditadura.

The Friars Low and Fulfilled were a form of Henfil irony the religious education, full of taboos, that received from early. The first, which Henfil claimed to be inspired by himself, was insolent, violent, pornographic, and fought the hypocrisy of the world by irony. Already fulfilled is the artist before freeing himself from Catholic education, They were born in 1964, same year in which the dictatorship, which Henfil so fought.

 

 

Graúna / Bird

A Graúna se tornaria um dos personagens mais famosos de Henfil. Analfabeta, era sabida como poucos. Por isso seu criador a usava para criticar os problemas do Brasil: a desigualdade social, a indústria da seca, o coronelismo, o desmatamento — e até mesmo o milagre econômico propagandeado pelo regime militar. Também era uma forma de fazer piada com o “Sul maravilha”, como dizia Henfil. É um exemplo do traço minimalista do artista. Seu corpo era composto basicamente por um ponto de exclamação.

Graúna would become one of Henfil's most famous characters. Illiterate, she was known as few. That is why its creator used to criticize Brazil's problems: social inequality, the drought industry, coronelismo, deforestation - and even the economic miracle propagated by the military regime. It was also a way of mocking the "Wonder of the South," as Henfil said. It is an example of the minimalist trait of the artist. His body was basically composed of an exclamation point.

 

 

Mascotes de futebol / Football mascots

Com a grande popularidade que conquistou no período em que trabalhou no “Jornal dos Sports”, nos anos 1960, Henfil teve seus personagens adotados pelas torcidas cariocas. Eles são usados até hoje como símbolos dos times. O Flamengo ganhou o Urubu, uma apropriação da piada racista das torcidas rivais. O Vasco ficou com o Bacalhau; o Fluminense, o Pó-de-arroz; e o Ameriquinha, com a torcida cada vez menor, ganhou o Gato Pingado. Logo depois desse período, Henfil entraria para o “Pasquim.”

With the great popularity that it gained in the period in which it worked in the "Jornal dos Sports", in Years 1960, Henfil had its personages adopted by the cariocas fans. They are used to date as symbols of teams. Flamengo won the Urubu, an appropriation of the racist joke of rival twists. The Vasco was with the Cod; the Fluminense, the Pó-de-arroz; and Ameriquinha, with the smaller crowd, won the Cat Pingado. Soon after this period, Henfil would enter the "Pasquim."

 

 

O bode Orelana / Goat

Toda a cultura do bode vinha dos livros e jornais que usava para se alimentar — literalmente. O bode Francisco de Orelana, companheiro da Graúna e do cangaceiro Zeferino, era uma ironia com a figura do “intelectual de gabinete”, com o qual Henfil adorava fazer piada. Inspirado em um intelectual baiano, inclusive fisicamente, sua roupa se resumia a um chapéu-coco. Diante da relação que a Graúna às vezes matinha com Zeferino, fazia de tudo para deixá-la mais consciente sobre seus direitos como mulher.

All the goat's culture came from the books and newspapers he used to feed himself - literally. The goat Francisco de Orelana, companion of the Graúna and the cangaceiro Zeferino, was an irony with the figure of the "intellectual of cabinet", with which Henfil adored to make joke. Inspired by a Bahian intellectual, even physically, his clothing was a coconut hat. Faced with the relationship that Graúna sometimes had with Zeferino, she did everything to make her more aware of her rights as a woman. Of course she did not take it seriously.

 

 

Cangaceiro Zeferino

O cangaceiro Zeferino Ribamar das Mercês nasceu em 1º de abril de 1969, no “Jornal dos Sports”, e logo se tornou muito popular. Henfil dizia que a figura de um coronel nordestino era inspirado na figura de seu pai, que chegou a ser prefeito de Bocaiúva, no interior de Minas Gerais, durante o Estado Novo. O cangaceiro era um estereótipo do valentão nordestino, machista e chegado em uma pinga. Também costumava direcionar sua libido para a Graúna, que não costumava oferecer resistência ao companheiro da Turma da Caatinga.

The cangaceiro Zeferino Ribamar das Mercês was born on April 1, 1969, in the "Jornal dos Deportes", and soon became very popular. Henfil said that the figure of a colonel Northeastern was inspired by the figure of his father, who became mayor of Bocaiúva, in the interior of Minas Gerais, during Estado Novo. The cangaceiro was a stereotype of the macho northeastern bully and arrived in a dribble. He also used to direct his libido to Graúna, who did not usually offer resistance to the companion of the Class of the Caatinga.

 

 

Ubaldo, o paranóico / Ubaldo, the paranoid

Este personagem era uma sátira da paranóia e da desconfiança surgidas com a perseguição política do regime militar, e surgiu já nos tempos do “Pasquim”, no mesmo momento do desaparecimento de Vladimir Herzog, morto nos porões da ditadura. Em uma tirinha clássica, Ubaldo pega um táxi e, ao ser perguntado pelo taxista aonde vai, ele responde com medo: “Pra casa da minha mãe! Eu só saio de casa pra ir pra casa da mamãe! Da minha casa para a casa da minha mãe, da casa da minha mãe para a minha casa... JURO!”.

This character was a satire of the paranoia and the distrust arisen with the political persecution of the military regime, and it appeared already in the times of the "Pasquim", at the same moment of the disappearance of Vladimir Herzog, dead in the basements of the dictatorship. In a classic comic, Ubaldo takes a taxi and, when asked by the taxi driver where he goes, he responds with fear: "To my mother's house! I just leave the house to go to Mom's house! From my house to my mother's house, from my mother's house to my house ... I JUDGE! "

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Coleção Fradim, que originalmente foi lançada entre os anos 1970 e 1980, ganhou uma edição número zero para colecionadores, totalizando 32 revistas. "A Coleção é a maior obra sequencial de Henfil. A edição 'zero' faz um apanhado de tudo, é um resumo do processo de criação dele." Nas edições de Fradim estão os personagens clássicos criados por Henfil, como Cumprido e Baixim, conhecidos como os 'fradinhos', e personagens da 'Turma da Caatinga', como a Graúna, o cangaceiro Zeferino e o bode Orelana.

Fradim Collection, which was originally released between the 1970s and 1980s, won a number-zero edition for collectors, totaling 32 magazines. "The Collection is Henfil's biggest sequel. The 'zero' edition is a snapshot of everything, it's a summary of the process of creating it." In the editions of Fradim are the classic characters created by Henfil, such as Cumprido and Baixim, known as the 'fradinhos', and characters from the 'Turma da Caatinga', such as Graúna, the cangaceiro Zeferino and the goat Orelana

 

 

Henfil envolveu-se também com cinema, teatro, televisão (trabalhou na Rede Globo, como redator do extinto programa TV Mulher) e literatura, mas ficou marcado mesmo por sua atuação nos movimentos sociais.

Henfil was also involved in cinema, theater, television (worked on Rede Globo, as editor of the now-defunct TV Mulher program) and literature, but was even marked by her performance in Brazilian social and political movements.

 


Ele tentou seguir carreira nos Estados Unidos, onde passou dois anos em um tratamento de saúde. Como não teve lugar nos tradicionais jornais estadunidenses, sendo renegado a publicações underground, Henfil escreveu seu livro "Diário de um Cucaracha". De volta ao Brasil. ele também fez participação da revista Isto É onde escrevia uma coluna chamada Cartas da Mãe.

He tried to pursue a career in the United States, where he spent two years in a health treatment. As it did not take place in the traditional American newspapers, being reneged to underground publications, Henfil wrote its book "Diary of a Cockroach". Back to Brazil. he also participated in Isto É magazine where he wrote a column called Letters of the Mother.

 

 

Após uma transfusão de sangue, acabou contraindo o vírus da AIDS. Ele faleceu vítima das complicações da doença no auge de sua carreira, com seu trabalho aparecendo nas principais revistas brasileiras. Henfil passou toda sua vida a defender o fim do regime ditatorial pelo qual o Brasil passava. Em 1972, quando Elis Regina fez uma apresentação para o exército brasileiro, Henfil publicou em O Pasquim uma charge enterrando a cantora, apelidando-a de "regente" junto a outras personalidades que, na ótica dele, agradariam aos interesses do regime, como os cantores Roberto Carlos e Wilson Simonal, o jogador Pelé e os atores Paulo Gracindo, Tarcísio Meira e Marília Pêra. Anos mais tarde, o cartunista disse que se arrependia apenas de ter enterrado Clarice Lispector e Elis Regina.

After a blood transfusion, he eventually contracted the AIDS virus. He died a victim of the complications of the disease at the height of his career, with his work appearing in the main Brazilian magazines. Henfil spent his entire life defending the end of the dictatorial regime through which Brazil passed. In 1972, when Elis Regina gave a presentation to the Brazilian army, Henfil published in O Pasquim a cartoon burying the singer, nicknamed "regent" along with other personalities who, in his view, would please the interests of the regime, as the singers Roberto Carlos and Wilson Simonal, the player Pelé and the actors Paulo Gracindo, Tarcísio Meira and Marília Pêra. Years later, the cartoonist said that he regretted only having buried Clarice Lispector and Elis Regina.

 

 

Em 2017 foi lançado um documentário sobre sua vida, sua arte, e como ele pode ser interpretado nos dias de hoje por artistas mais jovens. Cronista de humor

In 2017 was released a documentary about his life, his art, and how it can be interpreted these days by younger artists. Humorist.


 

Os escritos de Henfil eram anotações rápidas. Não eram propriamente crônicas, mas um misto de reflexões rápidas, assim como seus traços ligeiros dos cartuns. Célebres eram suas "Cartas à mãe" — título comum em que escrevia sobre tudo e todos, muitas vezes atirando como metralhadora, usando um tom intimista do filho que realmente fala com a mãe ao tempo em que criticava o governo e cobrava posições das personalidades.

Henfil's writings were quick notes. They were not really chronic, but a mixture of quick reflections, as well as their light strokes of cartoons. Famous were his "Letters to the Mother" - a common title in which he wrote about everything and everyone, often shooting like a machine gun, using an intimate tone of the son who really speaks with his mother while criticizing the government and taking positions of personalities.


 

Mesmo seus livros são em verdade a reunião desses escritos, a um tempo memorialistas e de outro falando sobre tudo, sobre a conjuntura política e seu engajamento.

Even his books are in truth the meeting of these writings, at one time memorialists and the other talking about everything, about the political conjuncture and its engagement.

 

 

Em Diário de um Cucaracha, por exemplo, Henfil narra sua passagem pelos Estados Unidos, onde tentou "fazer a América, sonho de todo latino-americano que se preza" (segundo ele próprio). A obra traz um quadro em que o cartunista relata o choque cultural que experimentou, a reação vigorosa do público norte-americano aos seus personagens, classificados como agressivos e ofensivos. Tudo isso escrito em capítulos pequenos, no tom intimista de quem dialoga não com um leitor anônimo, mas com um amigo ou conhecido.

In Diário de um Cucaracha, for example, Henfil recounts his passage through the United States, where he tried to "make America, the dream of every Latin American who values ​​himself" (according to him). The work brings a picture in which the cartoonist recounts the cultural shock he experienced, the vigorous reaction of the American public to his characters, classified as aggressive and offensive. All this is written in small chapters, in the intimate tone of those who dialogue not with an anonymous reader, but with a friend or acquaintance.

 

 

Uma série de cartuns de Henfil que ficou bastante conhecida foi O Cemitério dos Mortos-Vivos, em que "enterrava" personalidades públicas que, na opinião do cartunista, eram favoráveis a ditadura. Além de empresários, Henfil atacou pessoas como Roberto Carlos, Pelé e Tarcísio Meira. Em 2017 foi lançado um documentário dirigido pela cineasta Angela Zoé, sobre a vida, a arte, a interpretação do artista nos dias de hoje, por artistas mais jovens.

A series of Henfil cartoons that became well known was The Cemetery of the Living Dead, in which he "buried" public figures who, in the opinion of the cartoonist, were favorable to dictatorship. In addition to entrepreneurs, Henfil attacked people like Roberto Carlos, Pelé and Tarcísio Meira.In 2017 was released a documentary directed by filmmaker Angela Zoé, on the life, art, interpretation of the artist these days, by younger artists

 

 

Henfil morreu mas sua obra ficou e continua atual. Graças a seu filho Ivan Cosenza de Souza que criou o Instituto Henfil e organiza exposições pelo Brasil com os desenhos. Através de uma parceria entre a ONG Henfil e o Instituto Henfil, as 31 revistas Fradim, publicadas por Henfil entre os anos de 1971 e 1980, foram reeditadas. Além das reedições, uma edição foi feita especialmente para o projeto: a edição Número Zero, que resgata os personagens clássicos de Henfil. O sonho de Ivan é construir uma sede para abrigar permanentemente o acervo do Henfil.

Henfil died but her work remained and remains current. Thanks to his son Ivan Cosenza de Souza who created the Henfil Institute and organizes exhibitions in Brazil with drawings. Through a partnership between the NGO Henfil and the Henfil Institute, the 31 Fradim magazines, published by Henfil between the years 1971 and 1980, were reprinted. In addition to the reissues, an edition was made especially for the project: the issue Number Zero, which rescues the classic characters of Henfil. Ivan's dream is to build a headquarters to permanently house the Henfil collection.



#henfil #henfil75anos
Fontes:
História Crítica site
Jornal O Globo site
Instituto Henfil site
Pedra Branca site
Fotos: Google

Publicado em 09 fev. 2019

Denunciar
Brazil Cartoon

Rede Social do Desenho de Humor

O Brazil Cartoon é uma rede social para cartunistas e para todas as pessoas com talento e paixão criativa, que desejam mostrar o seu trabalho gratuitamente. Depois de 10 anos de existência, as plataformas foram aprimoradas para possibilitar o máximo de interação possível entre os artistas profissionais, amadores e demais participantes e visitantes do Brazil Cartoon.
Mais de Brazil Cartoon